O advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho vai recorrer da decisão do juiz da 1ª Vara Criminal, Luiz César Scweitzer, que condenou a serviços comunitários e ao pagamento de multas de 10 salários mínimos três ex-funcionárias e uma associada da Associação dos Servidores da Justiça do Trabalho, que desviaram R$ 350 mil. Considerou as penas muito leves argumentando que o dano foi muito grande.