As consequências das medidas adotadas pelo presidente do PMDB, Mauro Mariani, provocando uma debandada de peemedebistas em Itajaí descontentes com a imposição de lançar a candidatura do ex-petista Volnei Morastoni, poderão refletir negativamente em Joinville. Mariani teria agido visando atingir Paulo Bornhausen do PSB? O partido é vice do PMDB em Joinville e de repente causaria algumas fissuras. O vice-presidente Valdir Cobalchini garante que não. Afirmou que em Itajaí o partido não teria nem vice e agora tem um candidato a prefeito. Foi uma ação pensada e localizada sem reflexos em outros municípios. Outra ação de fortalecimento foi feita em Blumenau, destacou Cobalchini, onde o PMDB foi entregue ao reitor da Furb, que disputará a prefeitura.