A Câmara de Vereadores da Capital também voltou às atividades legislativas tendo em pauta a avaliação de um requerimento para audiência pública, assinado pelo vereador Afrânio Boppré convocando os responsáveis pela poluição no Rio do Brás. Realmente como expressou o vereador do PSOL, a Câmara deve exercer seu papel de protagonista na busca de soluções. Mas de preferência se antecipando aos fatos como um agente fiscalizador. É isso que se espera de um vereador ver e sentir a cidade. A poluição nas praias não é novidade. Soluções são fundamentais desde que tenham espírito cidadão e não eleitoreiro.