No Senado está em pauta a influência da televisão na formação e na estruturação dos valores éticos e morais. Hoje terá uma rodada. Sobrou para a televisão. Os senadores ficaram impressionados com a declaração do autor Silvio de Abreu, que relatou à revista Veja que ?uma parcela das espectadoras já não valorizam tanto a retidão de caráter. Para elas, fazer o que for necessário para se realizar na vida é o certo.? Foi o que percebeu diante da audiência que brindava, inclusive, desvios de conduta e armações. Claro que tem influência, mas é reflexo do que acontece no nosso cotidiano. É uma espécie de caixa de ressonância. Os exemplos vindos de cima não são dos melhores. Parece que estão tentando desviar o foco e procurando um culpado que apenas retrata o que vê, e o que estamos vendo nos tempos atuais é exatamente o vale tudo para ?se realizar na vida,? vindo daqueles que deveriam produzir bons exemplos.