Também foi criticada a sindicância solicitada pelo secretário da Educação visando punir professores. Tudo indica será anulada evitando atritos que não são bem vindos neste momento de conciliação. A mediação permitiu a reabertura do diálogo, papel preponderante do Parlamento. Menos mal até porque os estudantes estavam sendo os maiores prejudicados por conta deste embate. Mas até o momento não houve nenhuma decisão.