Há três meses o governo federal não está repassando 12 medicamentos de alto custo e uso contínuo. Na verdade não está repassando nem vacinas. Mas quanto a esses medicamentos a Secretaria de Saúde de Florianópolis encaminhou uma notificação ao Ministério Público Federal. Inclusive o Ministério da Saúde foi notificado. São os pacientes que estão sendo prejudicados com mais essa interrupção irresponsável desse governo. Os médicos na Capital estão disponíveis na busca de fórmulas de tratamento que não prejudiquem ainda mais as pessoas necessitadas. A gravidade da situação exigiu uma reação.