Durante sua passagem por Florianópolis o presidente Lula deu a mão à palmatória criticando atitudes que tomou quando na oposição. Era contra a ferrovia Norte/Sul que hoje considera fundamental, bem como instigava greves que atualmente acredita que devam ser revistas. Quem está mudando, o PT ou o presidente? Muito mais o presidente Lula que começa a reconsiderar algumas ações que imprimiu quando desconhecia o peso do cargo. Está vendo que por vezes produziu uma oposição predatória e agora sente na carne o que isso significa. Por outro lado a passagem de Lula pelo Estado frustrou, principalmente, o pessoal do Oeste. Pela segunda vez adia a inauguração da usina de Campos Novos, uma obra emblemática. Mas garantiu que volta com este compromisso. E antes de sair confirmou que o Besc será incorporado pelo Banco do Brasil. Mantém a promessa de banco público, e agora com um aporte importante benéfico aos catarinenses. O PT vai saber usufruir desta decisão de não privatizar o banco.