A reunião de doze governadores, com pires na mão, segunda- feira em Brasília revelou que a CPMF entra em pauta em fevereiro e será aprovada. Com rombo nas contas não abrirão mão de mais um imposto que chega para agredir nosso bolso.